Um sonho, uma marca: conheça a nossa história!


                 
Amarildo de Oliveira, 43 anos, filho de um ex-caminhoneiro e uma dona de casa, saiu do distrito de Santa

Terezinha, entre os municípios de Itaporã e Maracaju, para comandar uma rede de cinco supermercados na Capital. Ele é proprietário do Supermercado Real, que, agora, comemora 25 anos!

Em 1993, com os filhos na época de estudar, seu José e dona Iracema, pais de Amarildo, resolveram deixar Santa Terezinha. Com o dinheiro que tinham, ergueram um bar-mercearia no bairro Campo Nobre, na região sul da Capital.

Um ano depois, Iracema ligou para o filho Amarildo que, àquela época estava na Polícia do Exército, em Dourados, para que viesse morar em Campo Grande e ajudar a familia a administrar o pequeno comércio. De tanto observar, novas ideias foram surgindo. “Falei para o meu pai para vendermos linguiça, frango e carne ali na mercearia. Como naquela época não tinha tantas exigências da Vigilância Sanitária, começamos vendendo as carnes dentro de um freezer, só para manter a temperatura mesmo”, diz Amarildo.

De carne em carne vendida, uma parede ou outra foi sendo derrubada: era o processo de ampliação do Real. Depois de três ampliações seguidas, a mercearia do Campo Nobre já era um mercado.

No início dos anos 2000, o patriarca da família resolveu deixar a administração do mercado e voltar para a vida no campo. “Meu pai comprou uma área de terra e foi cuidar dela, como faz até hoje. A partir daí, entrei como sucessor do meu pai. Foi ali que começamos a expandir mais, comprar outras lojas”, conta o

empresário sul-mato-grossense. Da loja onde tudo começou, no Campo Nobre, o negócio se expandiu.